NOTÍCIAS

industria

Indústria 4.0: importância na automação industrial!

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Google+

A Indústria 4.0 atua como uma verdadeira revolução industrial, pois promove intensamente a digitalização de processos em diferentes áreas e atividades. Ela engloba diversas tecnologias que levam à automação e que facilitam a troca de dados em tempo real. Além disso, ela se utiliza de conceitos de sistemas cyber físicos, Internet das Coisas e Computação em Nuvem.

As ferramentas e soluções oferecidas por essas tecnologias que compõem o sistema industrial 4.0 se tornaram ainda mais importantes nesse ano diante da pandemia. Mas se engana quem pensa que é somente nesse momento que essa relevância se mostra, pois a nova indústria é justamente a chave do futuro.

O que é a Indústria 4.0?

Primeiramente cabe entender o que realmente é esse tipo de indústria e o que oferece. Afinal, o que trouxe e desenvolve até hoje de tão importante que lhe concede tanta relevância?

Apesar de o termo ter sido cunhado tão somente em 2011 as tecnologias hoje desenvolvidas com maior grau de aprofundamento já se mostravam presentes ainda na década de 1970.

Como exemplo disso é possível citar a crescente implantação de computadores nas linhas de produção à época. Eles, por sua vez, auxiliaram de sobremaneira no desenvolvimento do maior controle da produção. Outros pontos que merecem ser citados foram um grande ganho de escala de produção, bem como a melhoria da própria produção, o que se revela pelo desenvolvimento de melhores produtos.

Portanto, apesar de ela se mostrar com maior força nos últimos anos, quando a internet se popularizou e as conexões se tornaram uma realidade, suas sementes já foram plantadas há pelo menos 50 anos. Dessa maneira, hoje ela culmina na atuação com o auxílio de drones e smartphones, da automação de processos, sistemas de nuvens e conexões em tempo real com compartilhamento de dados.

É possível afirmar que atualmente compõem as principais bases de como atua a Indústria 4.0 estão estes três conceitos:

  • Inteligência artificial (IA): Evolução da computação em que uma máquina ou programa são capazes de responder de forma inteligente aos padrões apresentados por um banco de dados. Isso, portanto, otimiza a produção e os sistemas internos empresariais.
  • Internet das Coisas (IoT): Em poucas palavras e de forma bem simplificada, corresponde à integração entre as ferramentas utilizadas no dia a dia;
  • Sistemas de nuvem: Sistemas de dados que não correspondem aos servidores físicos das empresas. Indivíduos autorizados podem depositar arquivos ali e ter acesso dos dados que são depositados.

Qual é a importância da Indústria 4.0 na automação industrial?

Os novos conceitos e formas de trabalhar que são trazidos pela nova indústria revolucionam a forma de trabalhar. O uso avançado das ferramentas de Tecnologia da Informação e a intensa gestão de dados de forma até mesmo automatizada trazem novos conceitos e formas de trabalhar. Conheça os principais benefícios:

  • Aumento da produtividade;
  • Desburocratização de procedimentos;
  • Utilização de maneira mais inteligente e focada dos serviços dos colaboradores da empresa. Afinal, a Indústria 4.0 busca alinhar processos industriais, funcionários e sistemas.

Além disso, é importante ressaltar que ela é colocada em prática tanto nos espaços industriais urbanos quanto rurais.

Em relação à sua aplicação no campo, deve-se ter em mente que suas ferramentas podem se utilizar de geoprocessamento, monitoramento de clima e de solo e histórico produtivo. Isso, por si só, é uma verdadeira revolução na produção agrícola e na sua produtividade.

Esses destaques são devidos principalmente pelo fato da indústria 4.0 fazer uso dessas ferramentas:

  • Inteligência artificial, que permite que computadores repliquem raciocínios tipicamente humanos e, assim, aumentam e otimizam a produção industrial;
  • Internet das coisas e compartilhamento de dados e informações em nuvem, igualmente, considerando-se o sistema de integração e comunicação;

Indústria 4.0 e o futuro das empresas

O ano de 2020 trouxe grandes mudanças ao funcionamento das atividades industriais em razão da pandemia de Covid-19. Esse cenário, contudo, ajuda a demonstrar ainda em maior grau a importância das ferramentas da Indústria 4.0.

Por exemplo, o home Office já era uma tendência antes da crise. Com ela, por outro lado, ele se provou produtivo e efetivo, o que deve aumentar ainda mais sua procura e adesão pelas empresas. Contudo, deve-se ter em mente que ele somente foi possível por causa da existência das ferramentas 4.0. Foram elas que permitiram a adaptação das equipes, a comunicação em tempo real, o compartilhamento de dados e a gestão de maquinários à distância.

Além disso, destaca-se a pesquisa “Respostas à crise da Covid-19” promovida pela Deloitte e publicada em seu site no qual foram feitos levantamentos com mais de 662 empresas. Os resultados em favor da implementação da Indústria 4.0 são evidentes. Confira as principais conclusões a que ela chegou:

  • Antes da crise da Covid-19 apenas 24% das empresas aplicava o teletrabalho ou condições flexíveis de trabalho, enquanto durante a pandemia 98% delas indicou intenção em adotar essa estrutura de serviços ou efetivamente o fez;
  • Quanto à revisão periódica das regras internas para teletrabalho, anteriormente apenas 10% das empresas o faziam, enquanto no período de 100 dias após 11 de março deste ano 94% das empresas ouvidas nos levantamentos afirmou tê-lo feito;
  • Ainda, quanto à preparação da infraestrutura para acesso remoto a porcentagem de empresas que o fazia passou de 53% para 96%;
  • Já a avaliação de aspectos de segurança e privacidade de dados, essenciais para a internet das coisas e conexão entre os colaboradores subiu de 38% para 88% no mesmo período.

Pesquisa extraída do site oficial da Deloitte Brasil

É evidente, pois, que a Indústria 4.0 se tornou imprescindível. Investir em suas ferramentas e seus processos de automação industrial passam a ser essenciais para qualquer empresa que deseje se manter relevante e seguir os rumos que o mercado tem apontado.

Como a IASTECH está se posicionando na Indústria 4.0?

Com sua trajetória de sucesso, a IASTECH está introduzindo novas tecnologias digitais com impactos não apenas nos processos produtivos, mas na forma de fazer negócios.

São nove pilares das tecnologias habilitadoras:

  1. Robôs autônomos;
  2. Manufatura aditiva;
  3. Simulação digital;
  4. Integração horizontal e vertical de sistemas;
  5. IIoT – internet das coisas industrial;
  6. Big Data e Analytics;
  7. Computação na nuvem;
  8. Segurança cibernética; e
  9. Realidade aumentada.

E em todas as suas rotinas, pelo menos um dos pilares foi implementado para melhorar a execução das atividades, melhoria de processos e excelência dos seus entregáveis.

E em todas as suas rotinas, pelo menos um dos pilares foi implementado para melhorar a execução das atividades, melhoria de processos e excelência dos seus entregáveis.

A IASTECH é uma das maiores integradoras de sistemas do mundo e pode ajudar a transformar sua empresa.

Buscar

Novidades

Tags

Soluções Tecnológicas para maior Produtividade

iastech automacaoindustrial

Orçamento

Preencha abaixo as informações da sua necessidade (projeto ou serviço), que entraremos em contato.